segunda-feira, 28 de março de 2011

Sempre soube

Sonhado por Karynha às 21:15
E aí? 
5 Comentários
Me deixa sozinha um pouco,
não me procure,
não me importo se a dor vai me consumir, só
quero lembrar de você, sentir sua presença outra vez.
Lembrar da última vez que andamos de mãos dadas na beira do mar,
do seu sorriso me animando,
quero lembrar do brilho dos seus olhos nos meus,
não tenho vergonha de chorar,
não me arrependo de nada, só tenho medo de como será agora,
porque quando falo de amor eu só lembro de você
e quando eu choro ninguém sabe porque, mas eu te guardei aqui dentro,
não sei se sou culpada por ainda ter esperanças,
talvez eu tenha errado, mas ninguém eh perfeito...
Eu faria tudo outra vez,
me machucaria de novo,
eu viveria mil anos esperando você,
porque só por você vale a pena me reerguer,
o amor que você plantou aqui me faz continuar, porque só eu sei o que sinto quando você segura a minha mão e por um instante a minha respiração para,
só você faz meu coração bater mais forte
só você mudou meu mundo e ainda assim me fez te amar.
Eu soube que seria assim quando amasse de verdade, sem explicação, sem chance de voltar atrás, eu sempre soube que seria eternamente sua, soube desde o primeiro beijo.

O amor foi mais forte

Sonhado por Karynha às 16:18
E aí? 
3 Comentários
De repente eu parei de contar as horas,
às vezes acho que já passei por esse caminho...
eu tentei fugir, mas algo me segurou mais forte...
eu sei que dessa vez eu perdi pro amor
porque aqui estou eu de novo
tentando decifrar você,
achando que qualquer loucura não seria assim tão mal.
Já perdi a noção do espaço
talvez essa maldita dor tenha me deixado sem sentindos,
estou tentando me reerguer aqui nesse lugar onde tudo me lembra nós dois,
eu tentei fugir, mas algo me segurou mais forte... Eu sei que dessa vez eu perdi pro amor.

sexta-feira, 25 de março de 2011

Nostalgia

Sonhado por Karynha às 13:31
E aí? 
3 Comentários
Eh estranho voltar à cidade da infância,
rever os amigos,
os mesmos velhos,
as novas crianças,
todo mundo cresceu, mas sem querer a gente conserva na mente aqueles mesmos rostos infantis,
eu fico meio perdida,
olhar perdido,
pensamento perdido,
no meu colo a filha de uma amiga de infância,
mas como crianças podem ter crianças?
Ela ainda eh uma criança?
Ela cresceu também?
Me sento na escada,
nostalgia gostosa,
o sinal agudo da escola soa em meus ouvidos,
as crianças rompem os portões...
vejo-me de braços dados com minha melhor amiga, como era boa a terceira série,
estranho, a gente não cresceu?
Vão subindo as novas crianças, os rostos conhecidos vão sumindo um a um,
vão todas elas correndo para as novas mães.
Estranho deixar de ser criança.

terça-feira, 22 de março de 2011

Prometo

Sonhado por Karynha às 04:02
E aí? 
3 Comentários
Não vou procurar nos rostos alheios a sua imagem,
nem tentarei ouvir nos sons cotidianos a sua melodia,
não sorrirei para os que passam, procurando a sua alegria,
não escreverei poesias,
não irei esperá-lo dia após dia para não me decepcionar com a sua ausência.
Não permitirei que a tristeza me domine,
por mais que eu tente esquecer, essa idéia de "nós dois" me deprime, então dessa tristeza fingirei contente,
vivendo desse amor que nao mais existe.

quinta-feira, 10 de março de 2011

Inesperado

Sonhado por Karynha às 15:16
E aí? 
1 Comentários
Talvez eu devesse ter guardado esse momento para sempre, como uma fotografia numa moldura eterna, mas sabe essas coisas que acontecem de repente? A gente simplesmente não pode controlar, e foi assim que você chegou e sem que eu esperasse a sua presença foi embreagando tudo que pudesse senti-la, perfeitamente palpável mesmo sem que eu pudesse tocar.
Fui perdendo-me de encanto em seus detalhes e sentindo meu coração entregue a cada sorriso despreocupado, como se o mundo inteiro tivesse parado só para nos olhar nesse primeiro instante mágico, sem que nenhum de nós dois esperasse.

quarta-feira, 9 de março de 2011

Foi sem querer

Sonhado por Karynha às 16:24
E aí? 
2 Comentários
Eu sabia que seria diferente sem você,
até cheguei a acreditar que me acostumaria com a sua falta,
pensei que o tempo tiraria o que sinto aqui...
Mas sempre espero a próxima vez
e é sem querer que vou contando as horas,
como se ainda fosse te encontrar pela manhã
para amenizar a saudade que aumenta a minha dor,
mas eu não tenho culpa,
afinal não tinha a intenção de me acostumar,
até tentei não me entregar e foi sem querer que me apaixonei.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Além dos olhos.

Sonhado por Karynha às 14:55
E aí? 
3 Comentários
Quando olho nos seus olhos posso ver além,
além dos meus medos,
além dos anseios,
além da distância fria que nos separa,
posso ver além do que somos ou que seremos,
porque os seus olhos são as janelas da minha alma.

quarta-feira, 2 de março de 2011

Perda inconsciente

Sonhado por Karynha às 09:59
E aí? 
1 Comentários
Eu deixarei que os anos
arrastem lentamente do meu peito, farto de dor,
todo o amor que aprendi a cultivar.
Perdendo-me no caminho e desprendendo-me de tudo que é belo,
um pouco além já não existo.
Numa perda inconsciente de mim mesma,
minha alma resvala do meu corpo como nectar de lábios angelicais.
Foi tão fácil entregar-me a esse amor, de
sentidos e alma entorpecidos,
sem saber que difícil seria despertar do torpor de amar alguém
de tão pérfido amor.
 

Um pouco além Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting