segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Minha saudade

Sonhado por Karynha às 09:58
E aí? 

É essa a arte de sentir saudade, da qual tanto me falavam,
diziam que mesmo sem saber usá-la ela seria minha,
mesmo sem me conhecer ela me maltrtaria.
Tão puramente minha com seus olhos humidos, inoscentemente tristes,
sinto que ela sempre estará aqui, me olhando de longe com essa dor na alma,
chorando sozinha e me fazendo sentir amargamente cada suspiro cortante...
E dói tanto ver a agonia da sua trizteza, dói sentir seu pranto ao meu lado à noite,
Dói não poder deixá-la, dói por ela não deixar-me,
tão puramente minha com seu jeito vário... sorrindo e chorando inconstantemente,

A minha saudade é minha razão, minha única certeza calma de que felicidade existe, não me importo mais com as cicatrizes que ladeiam seu rosto frio, nem as lágrimas constantes de seus olhos meigos, um dia ela sorriu pra mim e isso me sustenta... minha saudade é minha esperança de ser feliz de novo.

1 Comentários:

Tom Vital on 15 de novembro de 2011 09:24 disse...

Belo poema sobre a saudade.
"Saudade já tem nome de mulher. só pra fazer da
gente o que bem quer..."
Raimundo Fagner.
Abraços poéticos.

Postar um comentário

Preciosidades.

 

Um pouco além Copyright © 2011 Design by Ipietoon Blogger Template | web hosting